quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Marilyn Forever




Ela faleceu em 1962, aos 36 anos, vítima de overdose pela ingestão de barbitúricos, mas Hollywood e o resto do mundo jamais a esquecerão.


Se hoje fala-se tanto em Madonna, Britney Spears, Lindsay Lohan e Megan Fox, a razão atende pelo nome de Marilyn Monroe. Primeira grande celebridade do showbizz, ela é a tradução exemplar do que é célebre.

Afinal, hoje em dia são feitas celebridades em pacotes, em padrões contestáveis da sociedade. A banalização da fama chega a ser prejudicial aos grandes mitos do entretenimento. Para recuperar o real significado de prestígio e glamour, nada mais justo do que retornar ao passado e relembrar a trajetória de Marilyn.

Neste 5 de agosto completa-se 47 anos de sua misteriosa morte. Porém, foi a grande estrela de sua geração. Talvez nem tanto pelo talento, mas sim pela capacidade de atrair a atenção do público e dos flashes. Uma vida sofrida, cheia de escândalos, sucesso e amantes foi o recheio certo para dar início ao que chamamos hoje de colunismo de celebridades.

"Eu sabia que eu pertencia ao público e ao mundo, não pelo fato de ser talentosa ou até mesmo bonita, mas porque eu nunca pertenci a nada ou a ninguém", afirmou Marilyn, em entrevista pouco antes de sua morte.

Após 47 anos de sua morte, o mundo ainda não presenciou um novo "furacão loiro". Ela deu sentido ao título de celebridade e fez escola pelo mundo. Deixou de ser um nome e passou a ser um tema presente em ensaios de moda, ícones da sensualidade, Hollywood, etc. Todos querem ser um pouco Marilyn Monroe.

6 comentários:

Frodo Balseiro disse...

Realmente, Flavinha, um ícone "femea"! Não consigo deixar de pensar em Marilyn como fêmea sexy. Com todas as gordurinhas nos locais exatos. E naquele tempo, sem Photoshop!
bjs

flávia disse...

É verdade Frodo,sem Photoshop.Eu li o livro "Marilyn e JFK" de François Forestier,livro de fácil leitura,me surprendeu por colocar JFK como o maior "galinha" de todos os tempos,pulada de cerca era natural.A linda,a sexy Marilyn,a mulher mais desejada do mundo,uma pobre moça,ninfomaníaca,
viciada,manipuladora e manipulada.
beijos,

Cachorro Louco disse...

Flavinha :também acho a Marilyn uma belíssima mulher,mas acredito que ela não morreu de overdose ,porém foi "suicidada" num processo conhecido com queima de arquivos .
Beijos

Emerson Cargnin disse...

é ela realmente era linda, uma pena. Também acredito que ela foi assassianda.

mas no assunto do aquecimento global, por tudo que tenho lido a respeito, nao me resta dúvida que a história toda do aquecimento global, que hoje em dia virou religiao que nao suporta opinioes contrárias é pura fantasia para manipular a populacao e criar um mercado bilionário de cap-and-trade e taxas que irao financiar o governo global da ONU.

Veja outras notícias aqui:
http://www.anovaordemmundial.com/search/label/aquecimento%20global

flávia disse...

Cachorro Louco,
Suicidada é ótimo.
Beijos,

flávia disse...

Emerson,
Sabe que é muito bom saber que o aquecimento é puro sensacionalismo,e não é pecado do antiecológico capitalismo.